/ COMPORTAMENTO

Ninguém é igual a ninguém. Esse é o titulo do livro da Regina Rennó que li na 1ª série, o primeiro livro que li  e certamente um dos melhores que já li na minha vida(não que tenha lido tantos assim). O livro é muito simples, como deve ser para crianças de 6,7 anos mas trás uma mensagem extraordinária de respeito as diferenças entre as pessoas, diferenças que podem ser físicas, de temperamento, personalidade, ideológicas entre tantas outras. Enfim, as pessoas são diferentes e graças a Deus por isso! Já pensou um mundo em que todos fossem iguais? Em que todos pensassem iguais? Fizessem as mesmas coisas, tivessem os mesmos gostos, gostassem das mesmas bandas e comessem as mesmas coisas? Seria uma baita chatice viver nesse mundo, provavelmente conheceríamos bem menos coisas de que conhecemos hoje, teríamos muito menos experiencias. Ouvi uma frase uma vez que gosto muito, ela diz  “sem conflito não há progresso” e isso é uma grande verdade, as pessoas tendem a produzir e realizar mais quando são conflitadas. E essa frase se encaixa perfeitamente para um relacionamento e é isso que quero mostrar pra vocês nesse post. Pra isso deixem eu me apresentar. Eu sou Erik namorado da dona desse blog , tenho 24 anos e trabalho na área de Logística, sou palmeirense doente (tipo de quebrar a casa quando o time faz gol) e vou tentar mostrar o quanto sou diferente da Giovanna e quanto isso tem sido bom usando os quatro temas centrais desse blog: Viagem, Moda, Comportamento e Fotografia. Vamos ao primeiro tópico:

Viagem:

VIAGEM Caos arrumado

Vou conhecer esses lugares tudo!

O mais longe que já fui em toda a minha vida foi ao Paraguai, minha mãe foi comprar umas coisas lá quando estava grávida de mim então não sei se conta.Nunca tive o hábito de viajar e também nunca tive vontade de sair do bairro onde eu moro, quando chegavam as férias não via a hora de passar 30 dias dentro do meu condomínio jogando bola. Fui uma vez para a Bahia (mas eu detesto praia) e uma vez para Curitiba a trabalho e essa é toda minha aventura da vida quando falo de viagens. Essas ” não viagens” refletem minha personalidade, uma pessoa por vezes acomodada, que arrisca pouco e tem medo do desconhecido. A Giovanna é totalmente ao contrario de mim, como sabem já esta há um bom tempo morando na Europa já conheceu alguns países (e não vai sossegar enquanto não conhecer todos) e a muito custo me convenceu a ir visita-lá antes de voltar ao Brasil, ela diz que vai ser uma experiencia incrível e que voltarei outra pessoa. Eu confesso que coloquei muitos empecilhos antes de aceitar, mas agora estou de passaporte tirado e passagem comprada para ir para Itália mês que vem convicto que terei a melhor experiencia da minha vida e isso não seria possível se não tivesse uma pessoa totalmente diferente de mim ao meu lado. Sem conflito não há progresso.

Moda:

SER DIFERENTE E PRECISO

Não chego nem aos pés do mozão ! Haha

Meus looks se resumem a uma bermuda branca, alpargatas e qualquer tipo de camiseta.Não conheço 1% do que a Giovanna conhece de moda e foi tentando aprender alguma coisa sobre que decidi mudar uma coisa muito complicada pra mim. Uma vez fomos ao shopping e entramos numa fast fashion (viu? ja sei alguns termos) e pedi pra ela montar um look pra mim. Ela ficou parecendo pinto no lixo e me ensinou a fazer umas combinações realmente fantásticas. Separamos as roupas e fui provar, só tinha um detalhe (um enorme detalhe) eu estava pesando 132 kg na época e nada me serviu, na verdade serviu, mas ficou muito apertado a ponto de que se o botão estourasse e acertasse o moço do provador certamente o mataria.Aquilo acabou com minha autoestima e eu sabia também que estava acabando com minha saúde. Foi então que resolvi emagrecer e hoje com o apoio da Giovanna já estou quase 30 kg mais magro, ou seja, querer aprender sobre algo diferente ajudou a melhorar minha autoestima e minha saúde.

Continue lendo →

Você já deve ter lido que um relacionamento a distância é pior que um convencional, mas venho aqui desmentir essa argumentação tão equivocada. Pode ser mais complicada e um cadinho mais difícil mas não é pior ou melhor, ate por que: ruim mesmo é ficar sem a pessoa.

Meu namoro com o Erik já começou de forma “internacional”, ele me pediu em namoro via whatsapp (sim), as 3 horas da madrugada aqui, quando o celular apitou, visualizei e voltei a dormir, só fui responder as dez da manha do dia seguinte (com o fuso de Janeiro era sete da manha ai no Brasil). Hoje temos mais tempo de namoro separados que juntos: total de 8 meses namorando pertinho e 9 separados!

Nunca menti, omiti ou enganei ele, o bonito sempre soube dos meus planos e,(essa é a melhor parte dele) sempre me apoiou e incentivou a correr atras dos meus sonhos, mesmo que isso significasse pegar um avião e ir morar em outro continente.
Como eu disse um relacionamento a distância não é pior é mais complicado sim, mas existem coisas boas que podemos aprender. Listei abaixo cinco coisas que aprendi em um relacionamento a distância.

#5 – Detalhes são cruciais!

 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Nossa foto mais linda, no Arraial Nos Trilhos em SP ano passado

A única forma de participar do dia da pessoa é por meio da conversa, dos vídeos e das ligações e você vai querer saber cada detalhe, do menor ao maior, por que isso de alguma forma faz com que você se sinta mais próximo e envolvido naquele contexto. Imagina que vocês não vão se ver no final da noite ou da semana, então esses detalhes vão facilitar.

#4 Vocês vão querer participar da vida um do outro muito mais.

 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Confiança nunca foi um desafio para nos, somos muito unidos, caminhamos de mãos dadas e sabemos que isso é BASE e não obrigação!

Vai chegar uma hora que só os detalhes não vão adiantar, e você vai querer participar e a pessoa vai querer participar ainda mais da sua rotina, o que é muito bom, por que mostra interesse mútuo de estar presente mesmo com um oceano no meio. E é nessa hora meu caro que juntos vocês vão descobrir uma nova formula. A minha e a do Erik são as fotos os áudios e um diário. Normalmente compartilho com ele foto dos parques que vou, da comida que comi, áudios da minha família daqui, qualquer coisa que possa fazer com que ele se sinta pertinho.

#3 Vão se conhecer melhor.

RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Um dos meus lugares favoritos o Roller Jam em SP – pena que o Erik é um cagão que não se arrisca a andar

Vão ter dias, que assunto não vai faltar e outros que você vai buscar e é nessa hora que a gente acaba conhecendo melhor a pessoa. Eu costumo sempre fazer perguntas, das mais íntimas e absurdas até as mais comuns como “qual sua cor favorita?”. Normal não ter assunto, não é que todo dia você vai ter alguma novidade bombástica, porem como vocês só tem isso para se sentirem acolhidos e amados, assunto é primordial. E claro, como normalmente o fuso não ajuda muito, quando estiverem conversando normalmente vai ser total atenção (tirando quando estamos no trabalho). A pessoa vai 100% “sua”, aquele sera um momento de prioridade sem distrações.

#2 As “DRs” não vão sumir, mas serão melhores resolvidas.

4 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Aquela foto fofinha com o Molico, e Molico não é por conta do leite e que sou branquela. Não! Molico vem de molto que é muito em Italiano. A gente sempre dizia “Ti amo molto” mas soava como “Te amo morto” dai mudamos para Molico.

Sempre achei que essa coisa de alterar a voz ou ofensas é falta de argumento. Não tem desculpa, não tem por que! As famosas DRs vão continuar a existir, o que é normal por que são dois indivíduos que provem de duas famílias e costumes distintos. Na verdade faz muito bem discutir pontos de vista e ser honesto quando algo te incomoda. Hoje eu e o Erik sabemos resolver nossas divergências de forma muito mais leve e menos pesada. Pra gente hoje é claro que não vamos e não precisam concordar com tudo um do outro. Conversamos, refletimos e nos desculpamos se preciso. Mesmo eu rainha do drama mimada que sou tenho evoluído quanto a isso.

#1 Valoriza-se muito mais o tempo com a pessoa.

RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

A Av. Paulista foi o primeiro cenario da nossa historia, onde tudo começou.

Seja via SKYPE ou quando a gente voltar estar juntinhos, sabemos o quanto é ruim não ter a pessoa ao nosso lado então vamos valorizar cada instante juntos da forma mais intensa e proveitosa que podemos. E isso não quer dizer sufocar aquela pessoa, ignorar os amigos. NÃO! Só aproveitar melhor o tempo juntos para desfrutar ainda mais a presença da pessoa muito amada.

 

Claro que preferia estar ao lado dele, dando bacitos de amor e abraços quentinhos e mais um monte de coisinhas, porem eu fico muito contente e realizada em saber que tenho do meu lado (não fisicamente claro) uma pessoa maravilhosa que alem de ser meu namorado é um amigo que posso confiar, que vai me ajudar se me sentir perdida, que me da voz e me escuta, me respeita e ama, me da gás para não desistir dos meus objetivos, que me deixa livre para ser quem eu sou e aceita todo esse pacote conturbado e bagunçado que é minha vida. Nosso relacionamento amadureceu em nove meses o que muitos levam anos, tem uma parte boa de tudo isso e em Agosto o molico esta aqui para me fazer companhia ao vivo e a cores.

Agora queria saber de vocês se vocês já tiveram um relacionamento a distância como foi a experiencia e caso não o que você acha sobre. Deixa ai nos comentários e para acompanhar essa minha jornada muito louca segue no instagram @fialhogi e curte a fanpage do Caos .
Ah e não se esquece de participar da pesquisa de público é importante e vai ajudar todo mundo, é so clicar aqui!

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.

Sempre associei que armario lotado era sinal de mais opções para vestir, ficava hipnotizada com a imagem de closets abarrotados que via nos seriados, filmes e internet. Com isso sempre consumi muito, de liquidações a peças carissimas que só usei uma vez, e pior de tudo e que tinha a sensação de não ter roupa e é muito frustante, por que com isso perdemos dinheiro e tempo, duas coisas que temos pouco.
Quanto tempo você leva para decidir o que vai vestir? Muito né? Sei bem que não sou a única, com a minha mãe é assim, com minhas primas (alo Bianca) é assim, isso só confirma o que eu já vejo falando aqui no blog, quantidade não é sinônimo de qualidade (no caso qualidade de produção e otimização do tempo). Tanta roupa que não coordena entre si!

 photo anigif_zpstkwjjuu0.gif

Nossos dias estão cada vez mais curtos, nossas rotinas consomem quase todo nosso tempo, e desperdiçar qualquer hora para decidir o que vai usar por que não consegue imaginar uma combinação, é um pecado. Você podia usar esse tempo para cuidar do seu corpo, ter um carinho com seu cabelo, assisti uma serie rapidinha no netflix, fazer um exercicio, desfrutá-lo de fato.

 photo 0fe977561856d6c46eb388d1522dffef_zpss725ss9r.jpg

Tenho pesquisado algumas soluções e resolvi compartilhar com vocês todo esse meu percurso. Quem me conhece sabe que já faz meses que não compro NADA, justamente por que acredito que esse seja o primeiro passo para uma mudança, romper esse elo com o prazer efemero das compras. Segundo é organizar nossos armario. Essa é a parte difícil por que eu sou uma pessoa muito, muito desorganizada, mas muito em um nível problematico. Enfim retomando, os passos a seguir são muito simples e vão facilitar nossa vida:

  • IDENTIFICAR O QUE COMBINA COMIGO 

A ideia é buscar peças que represente você mesma, dentro do seu armario, por que assim a primeira peça que pegar vai combinar com seu estilo, com sua vida.

  • APROVEITAR MELHOR AS PEÇAS QUE TEMOS 

Aqui você só precisa de um pouco de criatividade para conseguir ver todo o potencial que aquela peça tem. Toda peça precisa ser versatil. Não da para ter receio de combinar ela de outras formas, na duvida acompanhe o blog que o nosso tema principal e mostrar como usar uma determinada peça de varias formas. (olha o jaba).

  • 5 PARTES DE CIMA PARA UMA DE BAIXO 

Como falei no ícone superior todas as suas peças precisam ser versáteis, mas uma dica muito que a Ana do Hoje vou assim OFF ensina é: Para cada botton (parte de baixo: calça, shorts, saia) 5 partes de cima. Ou seja a sua saia estampada com flores e fundo preto precisa combinar com 5 tops (parte de cima) completamente diferentes. E aqui usamos a criatividade. Podemos combinar com uma camisa jeans, uma camisa branca, uma regata colorida (dentro da cartela da saia), fazer um mix de estampas com a sua blusa listradinha. Dentro do seu estilo da para surtar nas combinações, mais arrojadas ou casuais.

 photo a3a6518ba1b8a1167e4078cff0443538_zpsxe0fmiuk.jpg
Claro que ainda entra algumas coisas para observar por exemplo: Se você trabalha fora e a empresa requer um dress code, então você vai precisar de mais roupas de trabalho. Tem que buscar o equilíbrio e claro ter criatividade. Acho que esse é o segredo para um novo começo e um basta para essa pergunta. Eu Giovanna sei que é maravilhoso o cheiro da loja e sei que comprar é maravilhoso, mas é muito melhor quando a gente chega em casa e essa sensação continua. Me conta aqui nos comentarios se você tem algum habito diferente ou alguma dica, vou adorar saber!

AH APROVEITA E PARTICIPA DA PESQUISA DO AMO CLICANDO AQUI 

E pra ficar estar por dentro de TUDO fique por dentro das redes sociais do CAOS:
fanpageinstagram @caosarrumadogoogle +bloglovin

 

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.
Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com