DIGITAL COUTURE E O FUTURO DE COMO NOS VESTIMOS

Digital Couture pode ser o futuro da moda, de acordo com a empresa de tecnologia Epson. A ideia é investir personalização em massa através das estampas e cores que escolhemos vestir, como também o tamanho e a forma da roupa que melhor nos convém.

Sabemos que a moda esta em completa evoluçao e que as marcas que nao buscarem se renovar ficaram obsoletas e perderam espaço para ideias inovadoras e arrojadas.  Unir a impressão digital com a inteligência artificial e a robótica não está muito longe de acontecer, e é isso o que a Epson espera tornar possível em breve.

André Carvalho cita em seu livro uma frase de extrema importancia para se acrescentar aqui  “A seleçao natual das marcas aconteceria por nivel de relevancia. Que a vida exigiria delas verdade, autenticidade e proposito. Hoje acrescento a essa lista mais uma tag: consciencia.”

No dia 7 de Fevereiro a empresa apresentou no New York Fashion Week, “Epson Digital Couture Project”  (em inglês, Projeto Alta-Costura Digital da Epson) onde 13 equipes de estilistas da América Latina e América do Norte, utilizaram as tecnologias de sublimação e estamparia digital sobre tecidos da Epson em um desfile único para demonstrar as infinitas possibilidades de personalização na moda.

 

LEIA + CONSUMO COLABORATIVO E UMA MODA SUSTENTÁVEL

LEIA + A URGÊNCIA DE NÃO TER URGÊNCIA

 

Na alta costura nada permanece estável. A visão do designer está em constante evolução; ele cria e aponta tendências de moda que mudam a forma como nos vestimos e sentimos”, disse Keith Kratzberg, presidente e CEO da Epson America, Inc. “O objetivo do evento Digital Couture é destacar o potencial da tecnologia de impressão digital na indústria da moda. Desde a alta costura aos artigos esportivos, a tecnologia da Epson oferece a designers e aos fabricantes de peças de vestuário a plataforma digital necessária para lançar o próximo grande design”.

Durante o evento Digital Couture Project, cada designer ou equipe de design contou uma história através da sua coleção, usando os tecidos criados com as tecnologias de impressão por sublimação e impressão direta sobre tecido da Epson. Essas tecnologias permitem infinitas possibilidades de personalização de uma coleção com pequenas tiragens, além de imprimir desenhos em tons vívidos em altíssima qualidade para valorizar a assinatura de cada designer. E o melhor é que não causa desperdício de tinta, nenhum resíduo químico e utiliza pouca água no processo de impressão.

A representante do Brasil nesse ano será a UQBAR, marca do estilista Daniel Barreira, que apresenta uma renovação em tecidos e novos usos de estampas, prezando por combinar leveza e bem-estar para a mulher brasileira de bom gosto.

O futuro sao roupas inteligentes que podem ler e se comunicar com nos mesmos e nossos gostos, mostrando cada dia mais como vale a pena sermos nos mesmos.

Minha mãe sempre disse “Xofanna pare de inventar moda!” – Pois é, que bom que nunca escutei.

Comentários

comments

VAI GOSTAR

2 COMENTÁRIOS

Lorraine Faria 21/08/2017 at 22:31

Tem aumentado muuito a procura pelos consumidores por marcas mais humanas e conscientes mesmo, finalmente algumas marcas estão se posicionando em relação a isso! Agora todo esse design mais tecnologico foi novidade p mim 😀

Lorraine Faria postado recentemente…5 filmes e séries para quem adora o mundo da gastronomiaMy Profile

Reply
GI FIALHO 21/08/2017 at 23:15

Eu achei genial!
Gosto de saber que a moda esta cada dia mais consciente

Reply

Leave a Comment

CommentLuv badge

Pular para a barra de ferramentas