TUDO SOBRE BORDADOS E COMO USAR

Com a carinha conservadora como se fosse coisa da vovó os bordados voltam repaginados para ajudar no upcycling de suas peças deixando elas ainda mais charmosas e nada obvias.

Depois de esclarecido o que vamos falar no post de hoje queria me desculpar pela ausência de uma semana inteira sem conteudo. Estava concluindo meu intercambio (e vai rolar um post maneiro sobre isso) e me dediquei por completo a conclusão e seus trabalhos. Desculpa ta? Mas o bom é que to de volta, com um tempo livre mas o conteudo de qualidade de sempre.

Estou em uma fase que tento consumir de menos, menos , menos, tentando praticar o #SLOWFAHSION (tem um post aqui) e com isso tenho buscado formas de reutilizar minhas peças e uma forma que chamou minha atenção e tenho curtido muito são os bordados.
As referencias sobre isso que busquei tem inspirações russas e mexicanas (inspirados e não apropriados viu? Isabel Marant – a mulher que criou os sneakers, lembra? moda 2012, tenis com salto?- teve sérios problemas com isso, e oh é muito feio da parte dela) no maior estilo boho ou escritas que me remetem aos anos ___– insira aqui o que você já imagina. ANOS 90!

 

 photo flores_zpslhenyy49.jpg

 

+FLORAL

Coloridos, exóticos e sem nenhum padrão predestinados. Pretominam nos jeans, mas são muito encontrados em decotes de blusas mais soltas de um tecido mais leve e fluido, mesclam entre suas petalas formatos geométricos deixando a composição mais boho/gypsy. Tem um apelo muito romântico.

 

+ESCRITA

Com uma carinha mais grunge com frases nada clichês, envolvem o mundo da musica e ilustrações menos comuns. Predominam em T-Shirts de algodão com cores básicas como : branco, preto e cinza. Gostei muito dessa forma, por que contrasta com o ar conservador do bordado e seu romantismo com coisas mais atuais que envolvem nossas rotinas.

 

 photo frasess_zpsyg2goohc.jpg

 

A artista de Singapura Izziyana Suhaimi mescla entre seus traços de lápis bordados coloridos atemporais criando uma textura e um visual lúdico sem igual.

 O trabalho de Izziyana tem como objetivo, explorar a evidência do craft/handmade e do tempo. Suas séries The Looms in Our Bones e Friends to Keep you Warm trazem, por exemplo, detalhes costurados como acessórios de moda (lenços, chapéus, e outras roupas), e ao mesmo tempo, suas técnicas e formas mais abstratas. – followthecolours.com

 photo illuszuzu_zpsbzm3dc3t.jpg

aqui no Brasil a experiencia que deve ser citada são os borados de Zuzu Angel que foram uma das bandeiras usadas para protestar contra os desmandos da ditadura e chamar a atenção do mundo para o desaparecimento de seu filho, o militante Stuart Angel, em maio de 1971. O contraste da singela peça de algodão, tanques de guerra, soldados, canhões, quepes militares se misturavam a árvores, flores, casinha com chaminé, tambores e passarinhos bordados. Assim como os anjos tristes, pombas negras e o sol quadrado completaram a apresentação, em setembro de 1971, em Nova York, inaugurando o desfile-protesto.

Essa é uma das razoes que eu amo moda, é que todo esse universo é arte é expressão e tem muito mais a nos dizer e mostrar que só a parte de cobrir nosso corpo. Agora me conta como você usaria os bordados? Você sabe fazer? Tem ideia, vem cá conta tudo nos comentarios.

 

E pra ficar estar por dentro de TUDO fique por dentro das redes sociais do CAOS:
fanpage instagram @fialhogi – google + – bloglovin  

 

Minha mãe sempre disse “Xofanna pare de inventar moda!” – Pois é, que bom que nunca escutei.

Comentários

comments

VAI GOSTAR

Leave a Comment

CommentLuv badge

Pular para a barra de ferramentas