/ meia

Meia arrastão ou fishnet é novo hit do momento. Marcantes e estilosas transformam qualquer look morno em algo mais quente sem ser apelativo e caricato. Já tinha previsto seu retorno por alguns sinais (não sou mãe Dina, mas estudo para ser cool hunting) e o momento que percebi que estava acontecendo foi quando a linda da Joy postou esse look em seu blog . Foi ai que entendi que ela tinha chego para ficar.

LEIA TAMBÉM : COMO USAR SLIP DRESS

A Joy assim como a maioria das mulheres busca sempre trazer algo pessoal nas combinações, tirando o ar previsível e monótono. A meia arrastão ou fishnet tem esse poder de transformar, com suas tramas finas ou largas não importa, existem mil maneiras de usar: deixando a cintura aparente, mais baixas, com outra meia por baixo. Use a imaginação.

A meia arrastão ou meias fishnet voltaram mais modernas e casuais sem todo o apelo sexual e pesado anterior.

Fishnet quer dizer rede de peixe – e certamente parece mesmo não é sereias? – tem sua tradução aportuguesada como meia arrastão. Popularizou-se nos anos 80 quando Madonna usava e abusava do poder sensual que tinha o item, mas a peça se incorporou no guarda-roupa feminino nos anos 30 quando as dançarinas de Can-Can entusiasmadas pelos avanços tecnológicos textil lançaram uma meia que mostrava um pouco da pele. “Na época as meias comuns eram confeccionadas em seda e rayon, elas não permitiam que a pele transpirasse e não possuíam elasticidade alguma, dificultando os movimentos. Por esse motivo, os furos da meia arrastão rapidamente a transformaram em uma opção mais confortável e funcional para as dançarinas.” – Fonte: Fashion Bubbles. Mas só para lembrar que as mesmas que tinham total apelo sexual, também incorporaram o vestuário punk rock, talvez por conta do choque que a meia tinha na sociedade .

Ou seja a meia arrastão ou fishnet sempre esteve presente na moda e sempre causou alvoroço! Há quem ache vulgar, brega e pesada outras observam como um desafio: já que moda é arte e não rola tabus. Sou dessas que acredita que podemos usar tudo, na versão passado ou atual desde que mantemos o equilíbrio e a nossa vontade. Costumo usar a minha com peças largas e de comprimento mediano.

Conta para mim o que você acha, como usaria ou se já usou – compartilha seu look com a hashtag #lookrealidagi 

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.
Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com