/ VIAGEM

Faz umas três semanas que conheci o Saint Decor Café Bistrô (eita que nome longo) e foi amor a primeira vista – sim por que você se deleita só de observar. A fachada, o nobiliário tudo remete a uma Paris que todo mundo gostaria de vivenciar todos os dias.

Situado no Jardim Anália Franco na Rua Padre Landell de Moura número 152, aberto de terça a domingo é um dos cantinhos mais charmosos que visitei. Para vocês terem uma noção entre Paris 6 e o Saint Decor Café – mil vezes Saint Decor. A grande diferença esta na decoração. O primeiro é bem aconchegante mas tem uma idéia mais boêmia de Paris o segundo é mais romântico e acolhedor.

A decoração toda inspirada em Provance, uma região mesclando de encantos e riquezas naturais e culturais. Seus campos de lavanda, casas rústicas e coloridas, seus móveis, jardins, terraços e castelos. Com um mobiliário todo provinciano tem varias áreas dentro do café. Teto de vidro para curtir as estrelas, jardim de inverno e até um cantinho que mais parece ter saido de um livro – poltronas aconchegantes e uma estante de livro. E quer saber o que é mais legal? Toda essa decoração e ambientação pode ser adquirida. Do lustre no teto as canecas coloridinhas.

No dia que fomos comemos bolo (com gostinho de bolo da vovó) de churros e creme de avela. Tomei um macchiatto (café com leite mais forte) e o Erik pediu uma soda Italiana de frutas vermelhas. Com um menu bem variado com pratos de maioria Francesa e Italiana tem valores acima do esperado, mas é o que sempre digo: existem experiencias : gastronômicas principalmente, que merecem um cadinho de esforço pelo menos para conhecer. Os bolos eram gostosos e as bebidas também, não justificam o preço, por outro lado o próprio Bistrô inspira e da uma boa razão para desembolsar.

Outro detalhe que adorei foi um painel no fundo que lembrava as ruas de Paris, se você tirar uma foto ali, ninguém vai dizer o contrário.

Voltaria? Talvez! O local é realmente agradável e encantador, mas tem tantos outros lugares de SP para conhecer que prefiro não repetir, ou pelo menos não por enquanto. E ai o que você achou? Esta curioso? Conta nos comentários.

 

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.

Existem duas coisas que me dão muito prazer: comer e conhecer novos lugares. A Vila Butantan não era nova nem para mim nem para o Erik (nosso primeiro encontro foi la) mas a nova estrutura do local me fez ter prazeres múltiplos com uma só experiencia.

O ambiente que encanta de longe é composto por 4 áreas e algumas vias que tem nomes de grandes cidades do mundo como: Nova York, Sidney, London e por assim vai. Uma das áreas que mais chamou minha atenção no Vila Butantan, foram esses cantinhos (que a seta aponta na imagem) é tipo um lounge onde voce pode ficar de buenas, curtindo uma sombra e toda estrutura é sustentável, a luminária é de papelão (sim!!) e fica dentro desses containers marítimos reciclados com o teto de graminha pra não esquentar muito.

“O conceito de reexperimentar a cidade e vivenciá-la de outra forma tem ganhado cada vez mais fãs. As pessoas têm passado a ocupar ambientes públicos e abertos para lazer e convivência, na contramão do tradicional conceito de Shopping Center, e espaços que apostam nessa pegada têm se multiplicado pela cidade.”

PRA COMER EM SP: CADILLAC BURGER!

Rodeado de grafites coloridos, inspira qualquer um a ser artista o Vila Butantan oferece um ambiente sustentável que incentiva o comercio de pequenas empresas independentes.

Outra área que merece relevância é o famoso bar LÁ EM CIMA , um rooftop com uma caminhonete de decoração, cheio de puffs e mesas que na verdade eram hélices de avião (pelo menos pareciam), bancos de tonel e drinks divertidos. O espaço é perfeito para curtir um sunset com os amigos ou até uma noite de verão.

Vila Butantan conta com quatro áreas – O rooftop , lounges, praça de alimentação e um park para food trucks!

A inspiração veio de fora. Espaços abertos que unem arte e cultura com gastronomia e serviços deram o tom da Vila, como o Re:START, na Nova Zelândia; Box Park; em Londres, Highline Park; em Nova Iorque, Village Underground; em Lisboa e o distrito artístico de Wynwood, em Miami. Esses lugares colocam em prática o ideal do lazer em comunidade, assim como a Vila Butantan.

No dia que fomos aproveitamos para conhecer o Vinil Burguer que tem uma proposta diferente. Você paga o mesmo preço por qualquer hambúrguer no caso 27,00 ou 21,00 para os veganos, e monta ele como quer o tipo de pão, o ponto da carne, condimentos tudinho. O espaço ainda conta com cervejas artesanais e batatas fritas apetitosíssimas. Para acompanhar esse rango incrível, experimente a pink lemonade, não lembro o nome , era um carrinho que ficava em outra área – a área dos foods trucks.

Falando em food truck, antes de toda essa proposta o espaço Vila Butanta foi um dos primeiros a investir em foods trucks como área de alimentação e convívio. Tudo mudou, menos o endereço. Coladinho com o metro butanta e margeada por uma ciclofaixa na Rua Agostinho Cantu, 47 – Butantã, São Paulo – SP fica aberto de Domingo, segunda-feira e terça-feira, das 10h às 20h; Quarta-feira, quinta-feira, sexta-feira e sábado, das 10h às 22h e tem uma programação variada com diversos eventos internos.

E ai quem mais ficou com água na boca para provar desse novo espaço na capital? Vale muito a pena! Se você já foi me conta o que achou e se ainda não foi me conta o que ficou mais curioso para provar!

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.

Quatro rodas, um globo gigantesco e coreografias direto dos anos 70. Roller Jan oferece aquela experiência balcânica para quem quer sair das baladinhas comuns de SP.

Localizado na Rua Fernando Falcão, 393 – Vila Cláudia, São Paulo, aberto de terça a domingo, possui uma pista de madeira de 450m2, possui uma lanchonete, 120 armários e 500 pares de patins do 26 ao 45, além de outros jogos como atrações.

 

A primeira vez que fui terminou com a calça de um dos meus amigos rasgando. Foi no meu aniversário em 2014, da para imaginar que a gente aproveitou tudo. É desde então sempre que da na telha, lá esta xofanna batendo cartão. Com a temática dos velhos clubes de dança, o DJ só toca clássicos dos anos 70. Da até para arriscar coreografias no meio da pista.

 

E não se preocupe se você não sabe andar de patins, antes de entrar na pista sempre rola uma míni aula. O valor do aluguel do patins (na época que fui) era 20,00 golpinhos 4 horas mas você também pode vir com o seu ou comprar um la, but tinha a entrada que era mais 20,00. Talvez saia um pouco mais custoso que normal, mas compensa por ser algo fora do comum.

Os patins vintages ou melhor dizendo QUAD (aqueles com quatro rodas) foram comuns nos anos 60, a pegada vintage que a gente tanto gosta – e deseja santíssimo.

A casa inaugurada em 2012 (se não me engano) já participou de eventos como o Lollapalooza, mas já aviso que apesar de bacana não oferece muitas opções para quem não foi alimentado. O Roller Jan possui uma lanchonete bem simples e sem muita variedade no cardápio, mas que supre bem.

Enquanto não tenho minha melissa #rollerjoy treino aos sábados aqui em SP. #vscocam #roller #rollergirl #abaoutlastnight #fashion

Un post condiviso da XOFANNA // CAOSARRUMADO.COM (@caosarrumado) in data:

To adorando compartilhar os lugares que mais curto de SP! Tem tanta coisa legal para gente fugir do comum e aproveitar a nossa cidade, procuro sempre fazer esses passeios mais diversificados. Tem alguma dica? Conhece algum outro lugar? Deixa aqui nos comentários.

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.
Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com