/ VIAGEM

Ha alguns dias convidei um amigo para compartilhar suas viagens e ele topou, então agora te convido  a embarcar de mala e cuia com a gente nessa serie de posts incriveis começando por Barcelona.

 

“ Arquitetura, belas praias, pessoas bonitas, comida maravilhosa. São incontáveis as qualidades que Barcelona, na Espanha, possui. Felizmente, tive a oportunidade de passar alguns dias na cidade da paella no começo do ano e garanto: a melhor viagem que fiz nos últimos tempos”.

Era início de Fevereiro quando cheguei a Barcelona e desembarquei na estação de metrô Passeig de Grácia, na avenida central que leva o mesmo nome. Respirei fundo, olhei ao redor e pensei “Europa, voltei!”. O vento frio do final do inverno abriu meus olhos para a primeira obra de arte: a Casa Battló, um edifício diferente de tudo já visto, presente do mestre Gaudí para a cidade. Barcelona é a segunda maior cidade da Espanha, perdendo somente para a aclamada capital Madri. Devido à sua localização privilegiada no mapa, funcionou como porto durante muito tempo, tendo como função principal ser o elo entre a Europa e o mundão afora. Em razão desse benefício geográfico, basta uma pequena caminhada pelo bairro gótico para entender o quão multicultural esse paraíso pode ser. Em suas ruas, largas e com prédios sinuosos, fiquei encantado com tamanha grandiosidade. Na praia, conhecida como Barceloneta, não é raro vermos alguns locais tomando sol (alguns até vestidos!), pessoas fazendo exercícios físicos e restaurantes típicos com uma comida simplesmente divina.

Da orla, podemos observar o mar mediterrâneo azul cortando o horizonte, contrastando com o colorido que Barcelona exibe naturalmente.

BARCELONA

Antoni Gaudí

Não há como descrever Barcelona sem falar de seu maior gênio arquitetônico: Antoni Gaudí. O arquiteto modernista catalão é responsável pelas maiores atrações da cidade. Através de sua ótica, Gaudí criou o conceito perfeito entre arquitetura, natureza e religião. Partindo desse princípio, ele presenteou a cidade com diversas obras, as quais tornaram-se eternas e conhecidas mundialmente, como a famosa Sagrada Família, a Casa Battló e o Park Guell, que viraram cartões postais da cidade por tamanha genialidade.

Sagrada Família

Talvez a catedral mais famosa da Espanha. Sua construção foi iniciada em 1882 e assumida por Gaudi no ano seguinte, que dedicou ao monumento seus últimos 40 anos de vida. A construção se prolongou até a Guerra Espanhola, quando foi interrompida devido ao conflito, e até o momento, não foi finalizada. Então, ao passar pela igreja, não se assuste com a quantidade de andaimes e placas: a construção dela só será finalizada em 2026! Mas, garanto: vale muito a pena a visita. O interior da Sagrada Família é de uma arquitetura única, capaz de deixar qualquer um de boca aberta.

BARCELONA

Onde ficar?

Uma boa pedida é se hospedar próximo à estação Passeig de Grácia e Praça da Catalunya. De lá, dá para chegar praticamente a qualquer ponto turístico a pé, e os locais são extremamente movimentados, cheios de  mercados, restaurantes e lojas. Garanto que até o transporte público será dispensável caso fique próximo dessas redondezas.

Comer, Comer!

Comer é uma das melhores cosias em uma viagem, e devo dar destaque para a culinária mediterrânea de Barcelona. Por ser uma cidade litorânea, conta com muitos alimentos e frutos do mar fresquinhos, prontos para serem degustados. Podemos dar destaque para o famoso prato tradicional do local: a paella (ou paeja), um risoto feito com frutos do mar e açafrão. Mesmo tendo origens em Valência, o prato também tem seu lugar ao sol em Barcelona, e pode ser degustado pelos turistas em quase todas as esquinas, em preços que cabem nos bolsos. Uma refeição, por exemplo, sai por 10 euros em alguns restaurantes. Uma delícia!

BARCELONA

Barcelona é uma cidade para ser feita a céu aberto, para que se possa conhecer cada esquina. Além disso, parece ser projetada para todos os gostos e tribos: possui parques, museus históricos, praia, uma noite animadíssima e muitas lojas para aqueles que não conseguem levar uma lembrancinha para casa. Então, se pretende viajar para a Europa, mas quer sair um pouco do combo “igreja e café”, saiba que Barcelona pode te oferecer muito mais. Fica a dica!

Rafael NonatoFACEBOOK x INSTAGRAM

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.

Você já deve ter lido que um relacionamento a distância é pior que um convencional, mas venho aqui desmentir essa argumentação tão equivocada. Pode ser mais complicada e um cadinho mais difícil mas não é pior ou melhor, ate por que: ruim mesmo é ficar sem a pessoa.

Meu namoro com o Erik já começou de forma “internacional”, ele me pediu em namoro via whatsapp (sim), as 3 horas da madrugada aqui, quando o celular apitou, visualizei e voltei a dormir, só fui responder as dez da manha do dia seguinte (com o fuso de Janeiro era sete da manha ai no Brasil). Hoje temos mais tempo de namoro separados que juntos: total de 8 meses namorando pertinho e 9 separados!

Nunca menti, omiti ou enganei ele, o bonito sempre soube dos meus planos e,(essa é a melhor parte dele) sempre me apoiou e incentivou a correr atras dos meus sonhos, mesmo que isso significasse pegar um avião e ir morar em outro continente.
Como eu disse um relacionamento a distância não é pior é mais complicado sim, mas existem coisas boas que podemos aprender. Listei abaixo cinco coisas que aprendi em um relacionamento a distância.

#5 – Detalhes são cruciais!

 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Nossa foto mais linda, no Arraial Nos Trilhos em SP ano passado

A única forma de participar do dia da pessoa é por meio da conversa, dos vídeos e das ligações e você vai querer saber cada detalhe, do menor ao maior, por que isso de alguma forma faz com que você se sinta mais próximo e envolvido naquele contexto. Imagina que vocês não vão se ver no final da noite ou da semana, então esses detalhes vão facilitar.

#4 Vocês vão querer participar da vida um do outro muito mais.

 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Confiança nunca foi um desafio para nos, somos muito unidos, caminhamos de mãos dadas e sabemos que isso é BASE e não obrigação!

Vai chegar uma hora que só os detalhes não vão adiantar, e você vai querer participar e a pessoa vai querer participar ainda mais da sua rotina, o que é muito bom, por que mostra interesse mútuo de estar presente mesmo com um oceano no meio. E é nessa hora meu caro que juntos vocês vão descobrir uma nova formula. A minha e a do Erik são as fotos os áudios e um diário. Normalmente compartilho com ele foto dos parques que vou, da comida que comi, áudios da minha família daqui, qualquer coisa que possa fazer com que ele se sinta pertinho.

#3 Vão se conhecer melhor.

RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Um dos meus lugares favoritos o Roller Jam em SP – pena que o Erik é um cagão que não se arrisca a andar

Vão ter dias, que assunto não vai faltar e outros que você vai buscar e é nessa hora que a gente acaba conhecendo melhor a pessoa. Eu costumo sempre fazer perguntas, das mais íntimas e absurdas até as mais comuns como “qual sua cor favorita?”. Normal não ter assunto, não é que todo dia você vai ter alguma novidade bombástica, porem como vocês só tem isso para se sentirem acolhidos e amados, assunto é primordial. E claro, como normalmente o fuso não ajuda muito, quando estiverem conversando normalmente vai ser total atenção (tirando quando estamos no trabalho). A pessoa vai 100% “sua”, aquele sera um momento de prioridade sem distrações.

#2 As “DRs” não vão sumir, mas serão melhores resolvidas.

4 RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

Aquela foto fofinha com o Molico, e Molico não é por conta do leite e que sou branquela. Não! Molico vem de molto que é muito em Italiano. A gente sempre dizia “Ti amo molto” mas soava como “Te amo morto” dai mudamos para Molico.

Sempre achei que essa coisa de alterar a voz ou ofensas é falta de argumento. Não tem desculpa, não tem por que! As famosas DRs vão continuar a existir, o que é normal por que são dois indivíduos que provem de duas famílias e costumes distintos. Na verdade faz muito bem discutir pontos de vista e ser honesto quando algo te incomoda. Hoje eu e o Erik sabemos resolver nossas divergências de forma muito mais leve e menos pesada. Pra gente hoje é claro que não vamos e não precisam concordar com tudo um do outro. Conversamos, refletimos e nos desculpamos se preciso. Mesmo eu rainha do drama mimada que sou tenho evoluído quanto a isso.

#1 Valoriza-se muito mais o tempo com a pessoa.

RELACIONAMENTO A DISTANCIA CAOS ARRUMADO

A Av. Paulista foi o primeiro cenario da nossa historia, onde tudo começou.

Seja via SKYPE ou quando a gente voltar estar juntinhos, sabemos o quanto é ruim não ter a pessoa ao nosso lado então vamos valorizar cada instante juntos da forma mais intensa e proveitosa que podemos. E isso não quer dizer sufocar aquela pessoa, ignorar os amigos. NÃO! Só aproveitar melhor o tempo juntos para desfrutar ainda mais a presença da pessoa muito amada.

 

Claro que preferia estar ao lado dele, dando bacitos de amor e abraços quentinhos e mais um monte de coisinhas, porem eu fico muito contente e realizada em saber que tenho do meu lado (não fisicamente claro) uma pessoa maravilhosa que alem de ser meu namorado é um amigo que posso confiar, que vai me ajudar se me sentir perdida, que me da voz e me escuta, me respeita e ama, me da gás para não desistir dos meus objetivos, que me deixa livre para ser quem eu sou e aceita todo esse pacote conturbado e bagunçado que é minha vida. Nosso relacionamento amadureceu em nove meses o que muitos levam anos, tem uma parte boa de tudo isso e em Agosto o molico esta aqui para me fazer companhia ao vivo e a cores.

Agora queria saber de vocês se vocês já tiveram um relacionamento a distância como foi a experiencia e caso não o que você acha sobre. Deixa ai nos comentários e para acompanhar essa minha jornada muito louca segue no instagram @fialhogi e curte a fanpage do Caos .
Ah e não se esquece de participar da pesquisa de público é importante e vai ajudar todo mundo, é so clicar aqui!

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.

Uma das formas mais fáceis para se aprender um novo indioma é por meio da música. Foi assim que a música Italiana entrou na minha vida e hoje sou completamente apaixonada. Aproveitei o post da Liv no Nuwem (um blog amo) e resolvi criar a minha versão desse top 5.

Assim como no Brasil, aqui tudo é muito eclético. Os italianos adoram ritmos bem dançantes e tem versões proprias de ritmos como: Zumba, mas também adoram as musicas mais melodicas e românticas, no maior estilo Romeu e Julieta, porem o que chamou minha atenção e ganhou meu coração foi o RAP e não estranhe se você gostar também.

Assim como a com a Liv , sempre que escuto uma musica no radio daqui, procuro logo a discografia inteira, o que se revela é um maravilhoso mundo de musicas incriveis que escuto mil vezes sem parar e uma dessas descobertas foi a Baby K – A primeira vez que escutei foi no carro logo quando cheguei, e a musica tem um ritmo envolvente pra dançar horrores na balada, a letra fala sobre a vida e sobre relaxar e curtir.

#5 – Baby K : Roma – Bangkok


Na verdade isso é uma característica das musicas Italianas, falar sobre a vida e sobre a gente em si daqui, e assim indico a 4° colocação (olha linkei bem vai?!) . Lembra que falei sobre o RAP ? Então foi o Rocco Hunt que me fez encantar com a letra de “Nu juorno buono” e não se preocupe se não compreender: o refrão, é dialeto de Napole. Quer coisa mais legal que isso ? Dialetos fazem parte da Italia e devem sim ser representados. Uma das frases que amo é “a violência estata sempre um metodo de quem não tem cérebro”. 

#4 – Rocco Hunt : Nu juorno buono 

 

E já que é pra emanar amor tinha que indicar o meu crush italiano, Tizziano Ferro , inclusive sua musica “Imbranato” tem uma versão brasuca que você já cantou muito. Sua discografia é bem romântica e muito poetica. Se você parar para traduzir as letras tu vai chorar e se envolver de uma forma e vai começar a amar ate pelo vento depois. A música que vou indicar é uma mais recente que fala sobre uma outra vertente do amor – A superação depois de um fim. A melodia é aquelas que da vontade de levantar do sofá e mudar a vida. Da uma energia sabe?

#3 – Tiziano Ferro : Lo Stadio  

Agora se você quer uma musica mais romântica e mais profunda que Tizziano (o que eu pensei que era impossível) escute a musica de Giorgia com o Eros Ramazzotti. Ele é bem conhecido e tem musicas legais, mas foi com esse feat que me ganhou. A voz dela com a dele deu uma leveza e a batida lembra um pouco as batidas do coração. A produção musical é impecável e a letra muito linda.

#2 – Giogia feat. Eros Ramazzotti – Inevitabile 

E em primeiro lugar meu cantor favorito aqui ta Italia. Jovanotti tem um rock alternativo (daqui) e se recusa a cantar ou escrever qualquer coisa que soe triste ou deprimente. Nenhuma de suas letras fala sobre sofrimento, e isso é muito bom. O cara só compartilha e multiplica a felicidade é impressionante. Minha musica favorita dele é essa ai e convido você a escutar e dedicar a alguém que ame por que é linda e fascinante (molico é pra você haha).

#1 Jovanotti – Il piu grande spettacolo dopo il Big Bang

 

Agora me diz se não é pra amar muito, poderia indicar ainda mais um monte de musica que eu tenho certeza que você ia se apaixonar, muiro alem da Laura Pausini, mas quero saber agora de você, que musica tem escutado e pode me indicar. Eu sou apaixonada por musica e ela me motiva, alimenta minha alma, meu maior trauma e não ter coordenação motora para tocar um instrumento.

 

AH APROVEITA E PARTICIPA DA PESQUISA DO AMO CLICANDO AQUI 

E pra ficar estar por dentro de TUDO fique por dentro das redes sociais do CAOS:
fanpage instagram @fialhogi – google + – bloglovin  

Gi, tem 22 outonos, fez as malas e foi morar sozinha em outro pais. Paulista, adora descobrir novos lugares em São Paulo e criar listas com o namorado (que mora no Brasil) vegetariana, apaixonada por tudo que é lúdico, exótico, doce e colorido.
Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com