Paradoxo do Tédio - Pós Corona Vírus - Caos Arrumado

COMO ME SINTO

Paradoxo do Tédio – Pós Corona Vírus

, por fialhogi

Me vejo em um paradoxo do Tédio – que é só um nome bonito pra dizer que eu não sei o que fazer. Não sei se toda essa minha rotina de desabafo é só uma desculpa para reclamar de barriga cheia. Imagino que daqui alguns anos eu me torne mais senhora do que sou hoje beirando a ranzinza.

Não me entenda mau sou muita grata por cada pequena conquista, reconheço todos meus privilégios (tento compartilhar eles com quem não teve a sorte) mas estamos todos em um momento complicado, controverso e instável. Sinto esse tédio quase o tempo todo.

Paradoxo do Tédio:

Não vou culpar só o corona vírus pelo proprio paradoxo do tédio por sei que é uma coisa que deriva de um tempo atrás.

Eu chamo dessa forma, porque é muito contraditório todos esses sentimentos juntos, e faz tanto tempo que nem sei onde foi o inicio e onde termina, parece um looping, circulo infinito que vai se repetindo todos os dias. On repeat!

baixe-presets-gratuitos
  • Quando tenho tempo não tenho dinheiro;
  • Quando tenho dinheiro não tenho tempo;
  • Quando tenho tempo e dinheiro não posso sair de casa;

No momento tenho tempo, posso sair mas não tenho dinheiro – até tenho mas os boletos estão ai né? E não é só isso. Sinto que minha liberdade e autonomia nunca existiram.

Como se eu sempre dependesse de terceiros para realizar algo. As coisas estão instáveis que penso mil vezes antes de fazer qualquer coisa, porque preciso poupar dinheiro e energia caso as coisas voltem a piorar.

Paradoxo do Tédio - Pós Corona Vírus

Sei que não é só comigo que isso acontece, e que é muito prepotente e egocentrico achar que só eu sofro isso.

Mas tenho visto pessoas aqui na Itália curtindo e aproveitando o verão. Faz tanto tempo que eu não sei o que é ter tempo no verão da Itália que não consigo não me incomodar e questionar porque eu não posso aproveitar também.

  • Verão de 2017 – Casamento da minha mãe, fiquei com a Valen por 20 dias e depois voltei para o Brasil;
  • Verão de 2018 – Trabalhei em um barco como fotografa;
  • Verão de 2019 – Trabalhei no salão como recepcionista e social media;

Sei que a unica responsável por mudar essa minha rotina sou eu mesma e que reclamo de barriga cheia. Mas estou levemente exausta, cansada e insatisfeita.

Paradoxo do Tédio - Pós Corona Vírus

Se por um lado minha vida profissional está dando uma guinada a minha parte de convivio social está destruída me deixando com o sentimento de frustração e desinteresse por tudo.

Frases que repito mais vezes do que gostaria na semana:

  1. Não aguento mais vir nos mesmos lugares ver as mesmas coisas;
  2. Não estou com vontade para nada hoje, to enojada;
  3. Sem paciência ou concentração para qualquer coisa;
  4. Não aguento mais!

Deve ter uma substituição para cada frase dessas, se você souber me ajuda miga, que to meia desesperada. Mas eu realmente não consigo mais aproveitar com o mesmo entusiasmo todos os lugares que tanto amo.

Paradoxo do Tédio - Pós Corona Vírus
Joguei no google e ele respondeu

Cesenatico, Rimini, Shopping, Cesena, Sant’Arcangelo… e o pior de tudo é que sinto cansaço, dor no corpo e mente carregada varias vezes ao dia, sem contar as inúmeras dores de cabeça.

Exemplo de hoje: podia levantar cedo para conhecer uma cidade vizinha que é linda e nunca fui, mas não consegui, nem isso me motivou. O que engraçado porque qualquer um teria força e vontade para isso.

Mas então como isso se tornou um paradoxo? Porque sinto culpa, vergonha e desconforto toda vez que percebo que estou reclamando demais. Mas ai a culpa, vergonha e desconforto me levam a comparar minha situação com as dos demais e começa o tédio mais uma vez.

O TÉDIO ME PARALIZA!

Parece que não me contento com pouco, ou que não dou o devido valor sabe? Coisas que gostaria de fazer e acredito que aliviariam meu stress:

  • Sair para jantar em um lugar bem legal, me arrumar inteira sem me preocupar onde encostei;
  • Sentir-me bem com meu corpo (tem sido dias complicados);
  • Passar o dia em uma piscina ou praia de pedras;
  • Fazer uma pequena viagem para Braies, Cinque Terre ou Saturnia;
  • Fechar mais dois clientes ainda esse semestre;
  • Ver meus amigos, abraçar as pessoas da minha idade;
  • Ter um tempo bem longo só pra mim;
  • Queria ir para Bolonha passar o dia;

Tenho livros para ler mas não tenho vontade, tenho uma bicicleta para arrumar mas não tenho animo, tenho receitas para provar mas tenho preguiça. Esse é só mais um dos meus tantos desabafos – ou um SAC de reclamação mesmo.

Acompanhe o Caos Arrumado nas redes sociais, tem sempre um conteúdo exclusivo direcionado para cada plataforma. Instagram @caosarrumado – Pinterest /caosarrumado – Youtube /Caosarrumado – 

E se me perguntarem “O que mais gosto de fazer nessa vida?” é fácil: inventar moda e carimbar o passaporte. BAIXE OS PRESETS EXCLUSIVOS E GRATUITOS NA NOSSA LOJINHA!

    Comente este post!