inventando moda & carimbando passaportes

Sem categoria

2020 – Ou você copia ou você desenha

, por fialhogi

Como parte de uma pequena tradição nossa (minha e sua aí do outro lado) aqui estou eu mais uma vez na minha cama, digitando cada letrinha com muito carinho emanando boas vibrações e criando expectativas para esse novo ano.

Ano passado as coisas não aconteceram como o esperado e isso me desmotivou, me bloqueou e me partiu. Eu senti como se tivesse feito tudo errado, como se fosse uma pessoa menos merecedora de felicidade e realização.

Me coloquei em um potinho de vítima e nos últimos meses deixei a maré me levar até pra ver onde ia dar. Eu tinha desistido. Estava desapontada com o rumo que minha vida estava tomando. Me senti perdida.

A viagem para São Paulo também não tinha saído como esperado mas isso não quer dizer que ela tenha sido ruim, pelo contrário foi muito reveladora. Mas isso é história para outro post.

É importante apenas deixar claro minha insatisfação pessoal, revolta interna e claro: comodismo. E muito fácil a gente se colocar em um canto e reclamar, e reavaliando minha postura ano passado, o que mais fiz foi reclamar.

Esse ano resolvi fazer tudo que me fizesse realizada, resolvi que vou investir em mim mesma e que preciso começar a ser mais independente.

As palavras de ordem desse meu ano são:

  • DISCIPLINA – Mudar velhos hábitos, ter organização, constância e equilíbrio
  • CORAGEM – Tomar iniciativa para começar, ousadia e empenho para não desistir e nao ter medo de críticas.
  • CONFIANÇA – Acreditar em mim mesma, buscar segurança na minha intuição e criar um laço forte de amor próprio.

Tudo isso eu escrevi no meu caderno intitulado “O MELHOR ANO DA MINHA VIDA” – nele apliquei alguns exercícios como descrever a Giovanna ideal que quero ser, escrever todas as metas de forma palpável, além de um espaço para escrever as melhores experiências do meu ano.

A minha Giovanna ideal é: Criativa, confiante, disciplinada, segura, corajosa, alegre, autêntica, generosa, intuitiva, organizada, determinada, boa irmã, sexy, boa filha, proativa, flexível, profissional.

O ponto de vista da minha história | 2019

Isso tudo são coisas que sinto que nao sou hoje mas quero voltar a ser. Por que sim, fui buscar nas minhas melhores versões de mim mesma coisas que perdi no meio do caminho.

Dentro das minhas metas começar a trabalhar com fotografia, ganhar mais do que ganhava e cuidar da minha saúde são minhas prioridades. 

Resolvi que esse ano eu iria revolucionar tudo aqui dentro, sair do vício que é a zona de conforto dentro de mim mesma. Eu não acho que me sabotava, porque sempre busquei progredir e sempre segui os passos que a sociedade diz que são os do sucesso. 

Mas o problema é que eu nadei, nadei, nadei, como me mandaram nadar que chegou no final eu tava cansada e ainda me afogando. Percebi que estar ocupada o tempo todo nao quer dizer que está produzindo algo e que correr sem direção é esperar em movimento. 

Tracei metas e objetivos muito claros e racionais. Um passo de cada vez e sem distrações, quem muito quer nada tem. 

Para mim 2020 não é sobre uma guerra ou brigas é sobre revolução! 

Acompanhe o Caos Arrumado nas redes sociais, tem sempre um conteúdo exclusivo direcionado para cada plataforma.

Instagram @caosarrumadoPinterest /caosarrumadoFacebook /caosarrumadoGoogle + /caosarrumadoYoutube /CaosarrumadoIGTV @caosarrumado 

E se me perguntarem “O que mais gosto de fazer nessa vida?” é fácil: inventar moda e carimbar o passaporte. Inscreva-se na newsletter e não perca nenhum conteúdo.

    Comente!

    Gi Fialho

    Comente este post!