Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso -

VIVER NA ITÁLIA

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

, por fialhogi

Morar fora do Brasil pode ser uma grande incógnita, porque apesar de ter o desejo, será mesmo que você seria capaz e flexível suficiente para mudar pontos fortes na sua vida.

Entre a expectativa e a realidade existe um infinito de possibilidades, e inspirada pelo post da Nath, compartilho os oito motivos para não morar fora do Brasil.

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

Motivo 1) Você quer ficar muito rico

Engana-se quem acha que morar na Itália vai te dar alguns milhões de euro. Sabe aquele discurso da sua tia de terceiro grau que diz “Ah mas você está ganhando em euro”, pois bem, se tiver a sorte (porque tem muito de sorte) de conseguir um salário fixo, você vai receber em euro mas também vai gastar em euro.

O motivo não deve ser o dinheiro, porque esse não vai mudar muito, talvez você ganhe até menos porem, tera acesso a coisas que no Brasil são bem complicadas como: segurança, saúde, qualidade de vida e educação (caso você tenha menores).

Motivo 2) Você não quer mudar de profissão ou estilo de vida

Trabalho é um assunto muito delicado, até porque a cultura de empregatícia (existe essa palavra?) aqui na Itália é muito diferente da do Brasil.

Isso tem relação com a forma como as pessoas são contratadas, quanto tempo em média um Italiano fica no trabalho, se é um trabalho de verão, se você tem um vinculo com pessoas dentro do mercado e como é a relação da empresa para estrangeiros.

Então é preciso ser flexível porque o seu emprego vai depender muito mais do esterno do que do seu empenho! Se inserir no mercado não depende apenas de você e isso deve estar claro na sua mente.

Motivo 3) Você quer viver viajando

Se você quer viver viajando meu conselho é pensar e procurar sobre emprego remoto e digital nomade. Mas isso não deve ser o motivo para você vir morar na Itália.

Repito, o fato de ter acesso as coisas com maior facilidade não quer dizer que a vida será um mar de rosas. Talvez uma viagem que no Brasil fosse demorar dois anos, aqui você precise de 3 meses para se planejar.

As oportunidades de acesso são maiores mas não se iluda achando que a vida vai ser apenas prazeres.

Motivo 4) Você não tem facilidade em ficar sozinho

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

Esse é um ponto com duas importâncias: ficar longe da família e criar novos laços de convivio depois de adulto com pessoas de uma cultura completamente diferente da sua. São duas coisas diferentes a se pensar porque uma vai influenciar a outra.

Sobre lidar com a saudade da família é mais claro de se pensar, a outra fatia é o fato de ter amigos. No meu caso mesmo tendo feito dois cursos, morar em lugar pequeno, ter família ainda sim é difícil!

A forma de se relacionar é diferente, e não é porque somos um povo caloroso e outras coisas, mas é porque as vezes não vamos ter muita coisa em comum.

Falando novamente da minha experiência enquanto cursava beuaty business: tinha a média da idade das meninas, tinha os mesmos gostos de maquiagem mas, eu era a unica que morava sem os pais e com o companheiro e a partir disso tudo mudava.

Minhas prioridades são as contas da casa, meus programas de final de semana tendem a ser mais calmos, a minha intenção ao me vestir é diferente. Tenho amigas, acho que cinco, mas até a relação entre nós é diferente, não é tão intima e presente como é com minhas amigas do Brasil.

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

Motivo 5) Você não quer ser tratado como estrangeiro

Cresci na casa dos meus avó paternos, meu vô e minha vó são filhos de Italianos, que moram em um bairro que era Italiano em São Paulo, eles cresceram com o proprio dialeto inserido e que eu escutei.

Lembranças dessa infância que eram de muito contraste com a minha família por parte de mãe, que é Nordestina, fizeram sentido quando me mudei para Itália.

Me sinto Italiana porque tenho essas memórias, mas eu não sou Italiana fora do papel. Sou ITALOBRASILEIRA e sei bem que nessa questão ainda tenho alguns outros privilégios – Falo mais nesse texto aqui – que é o fato de parecer uma Italiana.

Mas no final do dia, quando eu abro minha boca, quando observo algumas posturas, mesmo assinando como Italiana, mesmo tendo direito, jamais vou ser como uma jovem mulher de 26 anos que nasceu e cresceu aqui. E não existe nada que possa mudar isso.

Então se para mim que tenho todo esse contexto é difícil, imagina para o Erik que não teve relação com a cultura antes, que não aparenta ser Europeu, que mesmo sendo fluente no Italiano (ao ponto de duvidarem que eu sou realmente a Italiana da relação) muitas vezes foi posto como quarta, quinta opção.

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

Para você ser tratado como um igual é preciso uma coisa que papel nenhum pode te dar: Histórico! E isso meu caro, só com o tempo, talvez quando eu tiver mais tempo de vida morando na Itália que no Brasil as coisas mudem, mas por enquanto é isso que posso compartilhar.

Motivo 6) Você tem uma relação com comida afetiva muito forte

Sofro até hoje por não ter pão de queijo e requeijão todo dia. Sei que parece bobeira, mas eu tenho uma prima que mesmo tendo direito, deixa bem claro que jamais viria morar aqui, porque gosta é da comida farta do Brasil.

Gosta da picanha, das frutas frescas, do feijão… e isso nem sempre você vai ter com fácil acesso. Então é um ponto para se pensar.

Motivo 7) Você não tem paciência para começar do zero

Acho que esse motivo é bem descritivo né? Se você acha que as coisas vão acontecer em um ano, em dois anos, em três anos… bom repense sobre. Porque é preciso paciência, disciplina, flexibilidade e muita fé!

Se a ideia de não ter quase nada ao seu controle te deixa desconfortável, eu peço para que você reflita e se planeje. Planeje para o melhor e para o pior, porem AMBOS precisam ser flexíveis, o resultado vem, mas com paciência.

Motivo 8) Você não tem empenho para aprender uma nova lingua

Antes de vir morar definitivamente na Itália, fiz um intercambio de moda lá em 2015/2016, uma Giovanna bem novinha, que estudava o dia todo de segunda a sábado.

Duas coisas foram deixadas claras logo na minha primeira entrevista do curso: Você precisa melhorar o seu traçado e precisa aprender Italiano. Meu maior erro foi vir na cara e na coragem, não tinha atenção e empenho para aulas ou aplicativos online.

Para tentar remediar a situação (já estava aqui e cursando) eu passava a madrugada assistindo desenhos em Italiano (amém Fox animation – Simpsons e Bobs Burguer) e desenhando coleções.

Morar fora do Brasil 8 motivos para não fazer isso

Apesar de não prestar atenção no Hommer, enquanto desenhava o italiano ecoava pela sala, e logo pela manhã estava inserida em outra sala – agora de aula – que só falavam Italiano.

E claro que paguei muita vergonha e tem um ponto negativo, tenho vícios de linguagem, muita dificuldade para escrever e a forma formal da lingua é quase que um universo a parte.

Já o Erik, quando decidiu vir comigo, começou com aplicativos, se inscreveu em um curso de seis meses e hoje é ele que me corrige! Isso faz muita diferença para conseguir um trabalho, para se relacionar e expressar e até mesmo para te respeitarem. Já vi italiano torcer o nariz com quem não tenta falar nem um CIAO.

A verdade é que decidir morar fora é um conjunto de medos e anseios e não existe uma formula pronta do que fazer quando chegar aqui, acredito que mesmo lendo, pesquisando e se preparando, nunca vamos estar 100% prontos para o que vai acontecer.

Não é fácil e é completamente legitimo caso mude de ideia e queira voltar, não tenha vergonha, eu e o Erik já cogitamos algumas vezes. Sempre falo que o complicado não é ter a coragem de começar, mas a vontade e disciplina de manter.

E é isso em resumo, mesmo com similaridades existem mil historias sobre pessoas que vem morar fora e se dão bem, de pessoas que vem morar fora e voltam para o pais de origem e vai existir a sua, se você se sentir pronto, que sera completamente diversa das demais.

8 motivos para não morar fora do Brasil |Versão Itália!

O importante é ter muito claro na sua mente o que é prioridade na sua vida, e que prioridades mudam, por isso pode fazer total sentido você querer morar na Itália hoje, mas daqui alguns anos não mais.

Como fez todo sentido para mim curtir muito São Paulo mas escolher a Itália, por enquanto, para viver com o Erik e minha gata.

Seja qual for sua escolha, pode contar com o apoio da maior parte da comunidade Brasileira que mora aqui. Vou indicar dois perfis que compartilham abertamente sobre como é REALMENTE viver na Itália: A Priscila e a Giovanna, vale muito a pena seguir.

Acompanhe o Caos Arrumado nas redes sociais, tem sempre um conteúdo exclusivo direcionado para cada plataforma.

Instagram @caosarrumadoPinterest /caosarrumadoFacebook /caosarrumadoGoogle + /caosarrumadoYoutube /CaosarrumadoIGTV @caosarrumado 

E se me perguntarem “O que mais gosto de fazer nessa vida?” é fácil: inventar moda e carimbar o passaporte. Inscreva-se na newsletter e não perca nenhum conteúdo.

    Comente!

    Gi Fialho

    Comente este post!