Cidadania na Itália - Como tirei a minha em 3 semanas

VIVER NA ITÁLIA

Cidadania na Itália – Como tirei a minha em 3 semanas

, por fialhogi

Tirar a cidadania na Itália é uma solução para as longas filas e os 10 anos de espera do Consulado no Brasil. Não estou brincando que meu processo demorou apenas 3 semanas!

Não é sorte, milagre ou destino. Se você tem direito, isso tudo é resultado de estudo e também de truques que descobri enquanto reconheci minha cidadania Italiana.

Normalmente esse processo demora de 90 dias até seis meses dependendo da cidade que você vai pedir sua cidadania. O que ninguém te conta é que você não precisa requerer na cidade onde seu ascendente nasceu, muito menos em cidades grandes.

leia+ cidadania italiana – as três maiores dificuldades

Sei que é irresistível a ideia de morar em Roma, Venezia ou Firenze, mas meu conselho é buscar os paeses ao redor, esses pequenos como onde moro que tem 10 mil habitantes.

Porque disso? A proporção de procura: além da residência ser muito mais em conta, na Anagrafe do meu Comune era a única a requisitar a cidadania na Itália. Ou seja: sem fila, sem problemas.

Reconhecer cidadania italiana - passaporte italiano - viver na italia

Em locais como Roma, Firenze ou Venezia a procura é maior, e muitas vezes o que acontece é que o processo demora mais  que o prazo de 90 dias – aqueles permitidos por lei que não é preciso visto – das duas uma:

Ou volta para o Brasil ou tem que pedir o permesso de sogiorno na Questura da sua província que é uma outra dor de cabeça e as vezes podem custar até 100 euros.

Existem muitas diferenças do processo de Cidadania na Itália e no Brasil, apesar disso os documentos são sempre os mesmos. Os maior cuidado que você terá será legalizar os documentos e realizar a tradução juramentada.

Como realizei todo meu processo sozinha, investir em um curso de Cidadania foi fundamental, para traduzir de forma didática e prática todos os processos para mim no meu contexto.

Como tempo em São Paulo é precioso, assistia os videos no intervalo da faculdade, na volta no metrô e colocava em prática na manhã seguinte.

leia+ reconhecer cidadania italiana em 3 partes!

O curso Gente Italiana foi fundamental para que o processo fosse rápido – 3 semanas – porque cheguei na Comune pronta para o processo, mesmo com todas as dificuldades do percurso, foi fácil resolver tendo o apoio do curso.

Minha maior dica é procurar um paese menor, as vantagens são infinitas. O aluguel para a residência é sempre menor, as filas e os prazos são sempre mais curtos e o processo se torna fácil e familiar, sem contar que até o pessoal da Anagrafe se torna mais solícito.

E se você tem alguma dica ou dúvida sobre o processo não hesite em comentar ou entre em contato.

Comente este post!

  • Tainara

    Olá! Como foi para conseguir residencia nesse comune? Tinha alguem na italia? Fez acessor? Dominava a lingua?

    responder
    • Gi Fialho

      Oi Tainara tudo bem?

      A residência consegui por conta familiar, porém, aqui na cidade tem casas, quartos que servem como residência comprovada para estudantes ou não da região. Não tinha ninguém na Itália, apesar de ter laços afetivos. Fiz sozinha desde a busca em São Paulo. Não dominava a língua, aprendi “vivendo” mesmo.

      responder
  • Mariana

    Olá, qual foi o comuni que você tirou a cidadania? Você não mencionou

    responder
  • Rosa Holz

    Vou começar as buscas pelos documentos para dar entrada a cidadania, por onde começo? Será que é mais fácil por acessoria?

    responder
    • Gi Fialho

      Oi Rosa!

      Depende muito, quando você paga uma acessoria, você esta pagando a praticidade de ter tudo feito por uma outra pessoa. Depende do quão urgente é e o quanto você tem disponivel do seu tempo para fazer sozinha.

      Eu fiz tudo sozinha, a minha rotina me deu essa liberdade. EU RECOMENDO tentar começar, estudar muito até para não cair em papo de acessoria pilantra.

      Mas vai na fé miga que esse ano você consegue a sua.

      responder