ESTUDAR MODA NA ITÁLIA - 5 COINCIDÊNCIAS COM EMILY IN PARIS

Estudar na Itália

ESTUDAR MODA NA ITÁLIA – 5 COINCIDÊNCIAS COM EMILY IN PARIS

, por fialhogi

ESTUDAR MODA NA ITÁLIA – Perdi o hype de Emily In Paris mas não tinha como não comparar com a minha experiência de intercambio. São tantas as coincidências que tive que me restringi apenas ao primeiro episódio.

Decidi compartilhar a minha visão de estudar moda na Itália mas sei que ela assim como minha cidadania é muito singular.

Da mesma forma que tento romantizar a vida e trazer uma narrativa real, mas suficientemente boa para entreter, vou compartilhar minha visão sobre como a serie explorou essas coincidências.

1 – NÃO FALAR ITALIANO

Logo no começo da série fica claro que a Emily não sabe falar francês, inclusive ela solta um “Fingir até conseguir”. Pode ser arrogância ou ingenuidade , eu vou pela segunda que foi o meu caso. Eu vim para Italia em 2015 sem saber UMA palavra sequer.

Inclusive já compartilhei no Instagram momentos constrangedores e que não desejo para ninguém.

2 – LANÇAR O BLOG

Quando Emily chega em Paris ela muda o user do seu Instagram e transforma em uma especie de blog. Comigo foi igual, deixei de ser fialhogi para ser efetivamente CAOS ARRUMADO.

A grande diferença e que para mim é o maior conflito da serie (fora os looks que são horrorosos, perdão) é a forma como ela cresce organicamente.

E tudo bem sabe, tivemos já alguns exemplos equivocados do que são as profissões – desde Samantha em Sex and the city até o rebranding de “De repente 30”.

Mas como bem vimos, criar um blog e compartilhar sua experiencia não quer dizer que você vai virar hit. Recomendo 3 leituras mais detalhadas sobre isso.

AquiAqui e Aqui.

ESTUDAR MODA NA ITÁLIA - 5 COINCIDÊNCIAS COM EMILY IN PARIS

3 – TRABALHAR COM MARCAS DE LUXO

Nem acredito as vezes que eu trabalhei com marcas de luxo e quando encontrei essa similaridade com o seriado me senti ainda mais representada.

No entanto como vimos no item 2 a condição é completamente diversa, até porque eu era uma estagiaria que tinha acabado de estudar moda na Itália.

E tirando a parte cinematografica da situação 3 coisas aconteceram como na tela do seriado:

  • Tive uma professora/coordenadora que não entendia a bagagem que eu trazia, o choque de cultura foi muito grande e tudo que era muito EU era errado;
  • Percebi que minha animação e entusiasmo podiam ser facilmente confundidos com inconveniência;
  • E um mercado muito machista e fechado.

4 – ELES FUMAM MUITO

Estudar moda na Itália quer dizer que toda santa pausa que tiver 99% da sala vai fumar, e as vezes nem é ao ar livre, mesmo que a lei obrigue.

Italiano fumam muito e cada vez mais cedo começam a fumar.

5 – SOLIDÃO vs SOLITUDE

Uma das coisas que ressignifiquei quando vim estudar moda na Itália foi a solidão e solitude. No começo da série vemos uma Emily solitária buscando aprovação e novos amigos.

Me questionei muito se não sabia mais fazer amigos, e acho o impacto disso foi tanto que hoje tenho muito mais dificuldade que antes de iniciar laços presenciais com Italianos.

Hoje eu entendo que solidão é você estar rodeado de pessoas e se sentir sozinho, já a solitude é você estar sozinho mas não se sentir sozinho. Como se sua companhia bastasse.

Esse é um tema que estou ensaiando escrever, porque ao longo desses 3 anos foi o processo mais doloroso que tive. Passando por crises de FOMO até de fato ressignificar tudo.

Um dia eu escrevo sobre isso.

Agora uma coisa que eu queria ter e não tive, era a vista do apartamento da Emily, ai meu Deus queria! Me conta você o que acha disso o que queria viver em um Intercâmbio que ainda não viveu?

ESTUDAR MODA NA ITÁLIA - 5 COINCIDÊNCIAS COM EMILY IN PARIS

ESTUDAR MODA NA ITÁLIA

Acompanhe o Caos Arrumado nas redes sociais, tem sempre um conteúdo exclusivo direcionado para cada plataforma.

Instagram @caosarrumado – Pinterest /caosarrumado – Facebook /caosarrumado – Google + /caosarrumado – Youtube /Caosarrumado – IGTV @caosarrumado 

E se me perguntarem “O que mais gosto de fazer nessa vida?” é fácil: inventar moda e carimbar o passaporte. Inscreva-se na newsletter e não perca nenhum conteúdo.

Comente este post!